Pare de se comparar com os outros!

Você como líder, já deve ter tido algum pensamento parecido como este: “Eles têm um ministério de jovens bem sucedido” e a comparação com seu grupo acaba sendo inevitável, afinal quem não gostaria de experimentar a mesma sensação, e perceber o quanto Deus está fazendo coisas incríveis.

E consequentemente a este pensamento, vem os questionamentos:

O que está errado? Meus métodos está corretos? Será que há algo errado com minha vida de oração ou até mesmo na minha forma de se relacionar com Deus?  Porque Ele, obviamente, não está nos abençoando como o outro grupo.

Diverso líderes analisam seus pontos fracos de liderança, áreas onde precisa crescer, tudo com o intuito de se tornar mais parecido com ministérios mais grandes e desenvolvidos, com isso os lideres acabam comprando o “currículo” destes “ministérios mais bem sucedidos”, bem como tendem a imitar suas politicas e programações.

E se não consegue igualar, acaba procurando razões, pessoas ou circunstâncias, para botar a culpa por não conseguir copiar o seu sucesso.

É fácil se tornar ciumento, preocupado, frustrado ou mesmo desesperado quando lemos histórias de sucesso de outros jovens trabalhadores e dos ministérios que eles conduzem. Mas esquecemos de uma coisa: Deus é soberano. Não é uma questão de uma equação matemática,

Então, pare de se comparar aos outros ou copiar outros grupos. Em vez disso, faça duas coisas:

Seja grato

O ciúme e o orgulho são dois termos intimamente relacionados. Guarda o teu coração por ser verdadeiramente grato pelas bênçãos de Deus em sua vida e seu ministério, mesmo que aos seus olhos seja algo insignificante. Você se lembra daquela velha música: “Conte suas bênçãos”?!,  Deus irá nos testar na pequenas coisas antes de estarmos prontos para as coisas grandes!

Servir fielmente

Não importa quão pequena seja sua tarefa ou ministério em seus próprios olhos, se você servir fielmente, Deus irá te abençoar em situações que você as vezes nem imagina. Ele pode chamá-lo para uma tarefa que você nunca pensou ser possível. Ele pode optar por estar presente em seu ministério de jovens como ninguém nunca viu antes.

Não importa o que aconteça, você como líder, deve servir a Deus fielmente até o dia que Ele te chamar para casa.

E lembre-se: O ministério não deve estar voltado para você ou para seus planos, mas sim, focado em servir a Deus, pois afinal, quando passamos a servir a Deus de todo o coração, todo sacríficio que fizermos vai valer a pena.

Flávio Hersmdorf

———————-

Gostou do blog?! Curta então nossa página no Facebook: Mundo Jovem Teen e fica por dentro dos nossos artigos e novidades !!

Como iniciar um trabalho para Jovens e Adolescentes

Por onde eu começo?” É uma pergunta que diversos “lideres de primeira viagem” estão fazendo agora. Muitos são lideres veteranos e que já possuem uma boa base de experiência, no entanto quando começaram também fizeram esta mesma pergunta. Então, por onde começar, se você é novo em sua posição de liderança no ministério da juventude? Aqui vai algumas dicas.

 Comece com oração

Pode parecer o maior clichê de sempre e você pode querer pular essa parte, mas acredite, você precisa começar com uma oração. Antes de fazer qualquer coisa, antes de chamar qualquer reunião, planejar eventos ou pensar em temas para a  juventude, você precisa orar. Se o seu trabalho como um jovem trabalhador não nasce de oração, será em vão. Aqui estão alguns assuntos que você pode incluir na sua oração :

  • Obtenha uma lista de todos que fazem parte do ministério de jovens e ore por cada um deles. Ore para que você possa vê-los como Deus os vê     ( isso para mim é o mais importante,  pois se você enxergar apenas os erros dos jovens e adolescentes já esta começando mal o projeto ), e peça para que o Senhor encha o seu coração com amor.
  • Ore por todos os seus líderes e voluntários, bem como também por suas famílias.
  • Ore por seu pastor e pela liderança da igreja. Peça a Deus para dar-lhe um coração de servo que está disposto a servir aqueles colocado acima de você. (Um dos maiores erros no ministério de jovem, é o líder não ser submisso ao pastor )
  • Peça a Deus para lhe dar uma visão sobre o que o ministério de juventude precisa. Ore para que seus ouvidos e seu coração estejam abertos a todas as ideias .

Grupo de Jovens

Ouça

Se você é novo para o trabalho, mesmo que seja em sua própria igreja, comece fazendo várias perguntas e principalmente, ouça. Fale com todos os jovens que fazem parte do ministério, logo que possível, agende ‘datas’ com os principais líderes ou tomadores de decisão. Pergunte ao pastor ou a diretoria da igreja se há alguma ideia. Há alguma queixa, ou pedido especial dos pais? Marque uma reunião com os pais e ouça as suas preocupações. Nos primeiros três meses do seu trabalho, você deve se concentrar em identificar as questões-chave do seu ministério. Aproveite o tempo para reunir informações e, em seguida, analisá-las.

Tenha vitórias rápidas

Uma boa maneira, de motivar o grupo no inicio, é obter vitórias rápidas, que são basicamente aquelas questões de grande frustação, mas facilmente resolvidas. Por exemplo:

  • Talvez seja a sala da juventude com alguma desconexão em relação a faixa etária. Em algumas igrejas por exemplo, há salas com “adolescente de 25 anos” e “jovem de 13 anos.”
  • Pessoas que reclamam que nunca sabem o que está acontecendo no ministério da juventude, e tudo que você precisa fazer é começar um boletim mensal.

Planeje

Já falei, em alguns outros posts sobre a importância do planejamento no ministério com jovens, no entanto, hoje, deixo mais algumas dicas que podem te ajudar, lembrando que a forma de planejar, depende da igreja e região a qual está inserido.

  • Será que o seu ministério de jovens tem uma missão? Se assim for, os líderes e voluntários sabem? Será que funciona? Se não, esta será a sua primeira prioridade.
  • Existe algum tipo de plano estratégico para os próximos cinco anos? Existe uma visão para o futuro?
  • Existe um plano de ensino? Como são os assuntos e temas para grupos pequenos?

Comunique-se

As pessoas precisam saber que alguém está levando a serio o ministério e esse alguém tem que ser você , assim comece comunicando a todos os que têm interesse no ministério de jovens sobre seu trabalho e os projetos que tem em mente, converse com: adolescentes, pais, líderes, voluntários, membros da diretoria pastores…Se você é novo para a igreja, apresenta-se em uma carta a todos os voluntários, os pais e talvez até mesmo a própria juventude. Peça para ser introduzido em um culto de domingo, se possível, para que as pessoas te conheça.

É interessante criar um facebook, twitter ou e-mail especifico para o ministério. Exponha o que você vai fazer para as primeiras semanas. Se você pretende visitar todos os voluntários, por exemplo, apresente o roteiro de visitas  para que eles saibam que você vai entrar em contato com eles .

Lembre-se: Mostre para os adolescentes ou jovens que você como líder esta disposto, a pagar um preço pelo ministério.

Um forte Abraço Flavio Hermsdorf

Qual é o seu estilo de liderança? – Parte 1

Sou apaixonado por liderança, leio muitos livros e entendo que sou um aprendiz nessa questão. Isso me motivou a escrever esse artigo, e espero, amado irmão, que te ajude no seu ministério!

O que é estilo de liderança? Estilo de liderança é a maneira como o líder desempenha as suas funções ou métodos de administração. Mas esse estilo está preso a fatores como personalidade, caráter ou necessidades do grupo liderado. O líder deve estar a tudo isso! Isso, meu amado líder, é de sua responsabilidade e você tem que percebe o que se passa no grupo. Vou dar um exemplo. Você  percebeu que na sua igreja os jovens não vão ao culto no dia de semana, o que você tem que fazer, ir ao culto! Meu amado, se você não vai ao culto como você vai ser motivação para os jovens?

Há pessoas que pensam que basta ter o título  de líder para que o grupo lhe obedeça automaticamente! Vou dar uma dica para pastores: meu amado irmão, não coloque pessoas na liderança por não ter ninguém e nem porque o ministério não poder ficar sem líder. Eu sei que hoje tem poucas pessoas que querem trabalhar com jovens, adolescentes e equipe de louvor, mas você, pastor, não pode colocar uma pessoa que não está preparada para ser líder.

Há varias  classificações  de líder, mas vou abordar somente as duas mais conhecidas:

Liderança Autocrática

O líder autocrático não se importa em saber em que os liderados pensam. Ele é o chefe. Meu amado, o trabalho no ministério precisa não de chefe, mas de líder. Pense comigo: seu grupo de liderados recebe para trabalhar com você? Pelo menos na minha igreja não. Então eles são voluntários e você tem a obrigação de amar cada um do grupo.

Esse tipo de líder sofre, geralmente, de profunda crise de personalidade. Intimamente se sente fraco e, para demonstrar que não é, se faz parecer forte demais. Querer mandar e impor vontade anulando as pessoas é, em geral, uma demonstração de insegurança.

Liderança Liberal

O lema desse líder é deixa  fazer o que quiser. Para mim, esse tipo é o pior de todos. Ele que agradar a homens e não a Deus. Estamos cheios de líderes  desse tipo, são popular. Meu amado, se você quer ser popular, está no lugar errado. Liderança é servir e também corrigir.

Em nosso meio é muito comum líderes liberais ser o melhor da igreja. Sabe por que? Esses líderes falam o que os liderados querem ouvir. Líder. você vai ser cobrado sobre como você cuidou das ovelhas do Senhor!

Dicas para uma liderança melhor:

1 – Respeitar o ser humano e crer nas suas possibilidades que são imensas;

2 – Confiar mais no grupo que em você mesmo;

3 – Evitar críticas no meio da galera;

4 – Sempre dar exemplo ao invés de ficar criticando o tempo todo;

5 – Evitar tomar parte nas discussões quando presidir uma reunião;

6 – Amar fazer aquilo que veio de Deus.

Galera, esse artigo terá a segunda parte!

Flavio Hermsdorf