Carta de uma Jovem Missionária

Eu não sei o que está acontecendo comigo, uma grande emoção tem tomado conta do meu coração, me encontro tremula por dentro, meu ser já não é mais como antes. EU SINTO a VIDA batendo dentro de mim, como nunca. É algo inexplicável, não tem como descrever, apenas quem sente sabe como é.

Eu tenho entendido o que Deus quer de mim, e isso me dá uma imensa vontade de chorar, de gritar, de sair correndo para aquilo que Deus tem falado. Não, não é uma emoção que irá passar, é algo que o próprio Deus tem colocado em meu coração, e só tende a aumentar.

Eu tenho entendido claramente o que significa, para que outros possam viver vale à pena morrer. – Morrerei para minha vida, para o meu egoísmo, para as minhas coisas, para enfim dar vida às outras pessoas, para ver alguém tendo a oportunidade de se tornar FILHO de DEUS, porque eu morri para mim mesma, para que ela pudesse viver. SEM PALAVRAS, não dá para descrever o que tenho sentido…

Meu coração nesse exato momento pulsa por aquelas vidas, algo forte, coração acelera, começo a ficar ofegante, porque estou sentada em uma cadeira, em frente a um computador, digitando esse relato, ENQUANTO EXISTEM PESSOAS MORRENDO SEM CONHECER A JESUS O SALVADOR, O CRISTO.

Não, não é algo bobo, radical… Isso é apenas JESUS! EU não suporto mais olhar para mim, eu não suporto mais olhar para as coisas e deseja-las somente para mim. Hoje o meu sentimento é: Tudo que eu possuir tem que ser dividido, doado, tenho que dar o melhor aos meus irmãos.

Hoje eu não consigo olhar para mim, e não ver essas pessoas, esse lugar. É preciso amar!

miseria

Deus tem me feito sonhar com o AMAZONAS, simplesmente para eu ver a necessidade dos outros, para que o meu egoísmo besta e humano seja destruído, seja anulado, seja quebrado de dentro de mim. Amazonas não é um capricho, pelo contrario, é um chamamento de DEUS, para a minha vida. E eu tenho escutado sua voz falando claramente em meu coração: SAIA DA SUA ZONA DE CONFORTO! VÁ, ESSAS PESSOAS PRECISAM DE VOCÊS.

Como ser CRISTÃ e ser Egoísta? Algo que não combina que não se ajunta e que não tem ligação alguma. Olho a necessidade dessas pessoas, e meu coração começa a doer. Sabe qual é a minha vontade? Chegar nesse lugar e dar tudo de mim. Construir casas, construir escolas, hospitais, construir lugares confortáveis, levar camas, levar comida de qualidade, encanamento, esgoto. Pegar essas crianças no colo mimar todas elas, dar carinho, brincar, voltar à infância. Sentar com as mulheres e ensinar elas a se cuidarem melhor, a se amarem mais, ajuda-las em coisas básicas. Mas o principal eu anseio LEVAR A JESUS, levar VIDA, dar vida para eles. Ensinar como amar ao Senhor, ensinar como orar, ler a Bíblia, como entrar na presença de Deus. Ensinar a eles as coisas básicas do Reino, ensinar eles a caminharem. NOSSA como eu anseio com isso, meu coração bate por essa obra.

NÃO SUPORTO MAIS VIVER AQUI, NÃO SUPORTO MAIS VER A NECESSIDADE DO MEU IRMÃO E CONTINUAR EM UM MUNDO TÃO EGOÍSTA, SUJO, MONÓTONO, SEM VIDA. Chega, CHEGOU a hora de IR, de avançar, de cumprir o meu chamado. CHEGOU À HORA DE DAR A VIDA QUE ME FOI DADA UM DIA. EU QUERO FRUTIFICAR!

Minha oração têm sido: SENHOR me ensina amar aquelas pessoas, me ensina sentir a dor, me ensina a ouvir sua voz; Ensina-me a submissão nesta obra NOBRE. EU QUERO IR!

O que está sendo cantado na igreja realmente é uma adoração a Deus?!

Olá amados por Cristo.

Hoje vim para batermos um papo sobre música.

Ahhhh!!! Quem não gosta de música, não é verdade?!

Mas e as músicas que cantam no louvor da sua igreja, você já parou para pensar nelas?

Será que estamos realmente adorando a Deus ou estamos apenas cantando?

De uns tempos para cá tenho feito uma triste observação sobre a música dita gospel, infelizmente ela está cada vez mais comercial e cada vez menos evangelística e adoradora, não quero tecer nenhuma crítica e nem polemizar nada, mas um exemplo claro disso foi o tal “troféu promessas” que a globo transmitiu há um tempo. Infelizmente não pude assistir, mas vi os comentários, algumas cenas, enfim, quer um evento mais “mundanizado” do que aquele? Aí você vai me dizer: “nossa vey, nada haver, ele estavam levando a palavra de Deus através da música”. Tudo bem, até aí eu concordo com você, mas qual a diferença que aquele evento teve de um festival de música qualquer? Nenhum! Teve o prêmio de melhor cantor, melhor cantora, melhor álbum, melhor isso, melhor aquilo.

Louvor a Deus

Louvor a Deus

E na época eu até escrevi um tópico no facebook fazendo o seguinte questionamento: teve votação para todo tipo de categoria, mas faltou a principal: qual cantor ganhou mais almas para Jesus através das suas músicas? Afinal, se o intuito da música gospel é evangelizar, então queremos ver os resultados, não é verdade?! Mas enfim! O fato é que a música gospel está tão comercial hoje em dia, que muitos “artistas” não se preocupam em colocar conteúdo nas letras de suas músicas. Simplesmente criam uma melodia bacana, da moda, que todo mundo curte ouvir e pronto, fez sucesso é o que interessa, a mensagem que a letra da música transmite é o de menos.

Um exemplo bem claro disso são aquelas músicas de duplo sentido, por exemplo:

Você é tudo para mim,

Eu amo você,

Eu quero sempre estar com você,

Eu te adoro.

Se você perguntar para o compositor, ele vai dizer que compôs a música para Deus. Mas se colocar uma baladinha romântica nela, ela serve muito bem para cantar para o seu namorado ou namorada, porque em momento algum ela fala de Deus, nem ao menos cita o nome de Deus na letra, e música assim, o mundo gospel está cheio.

Jesus é um ser infinitamente superior a nós para que a gente o chame de ‘você’. Chamar um superior de você não é sinônimo de intimidade, é falta de respeito, e é por isso que o chamamos de Senhor, mas se você realmente quer ter intimidade com Ele, chame o de PAI.

Outro exemplo disso são os ritmos, se coloca qualquer letra, põe o nome de Jesus no final e pronto: é música gospel! E os ritmos são os mais diversos: sertanejo, rock’n roll, funk, rap, forró e por aí vai. Tudo bem que, por um lado, utilizar desses ritmos é uma forma de levar a música gospel a vários grupos de pessoas, mas por outro lado, a Bíblia nos manda ser diferentes do mundo, e eu, particularmente, não vejo diferença nenhuma quando escuto um sertanejo cantado por Daniel e Samuel e uma música do Bruno e Marrone, por exemplo. (Me desculpem a sinceridade) mas a música gospel tem que ter personalidade própria, tem que ter uma identidade, assim como a gente escuta um axé e lembra da Claudia Leite, ou escuta um calypso e lembra da Joelma, deveríamos escutar uma música gospel e lembrarmos de Jesus.

Eu já fiz uma observação bem interessante que quero compartilhar com vocês. Vocês já observaram que a música católica tem uma identidade própria? Seja o padre que for ou seja o cantor que for, quando toca na televisão ou no rádio, automaticamente a gente sabe que é uma música católica. Não sei se é o ritmo ou a forma como eles cantam, enfim, não sei. E aí eu te pergunto: Porque com a música gospel também não pode ser assim? O mundo tem que perceber que somos diferentes em tudo, inclusive na música, porque não?! Se a música também é uma forma de dar testemunho, não é verdade?!

Por isso você jovem que faz parte do ministério de louvor, seja criterioso ao escolher as músicas que serão cantadas na sua igreja. E mesmo você que não faz parte do ministério de louvor, se há alguma música cantada em sua igreja que o objetivo não seja a verdadeira adoração a Cristo, converse com o seu pastor ou o dirigente do ministério de louvor.

 Lembre-se que o louvor liberta, restaura, traz alegria, paz, conforto, anuncia a palavra de Deus e acima de tudo, o louvor ganha almas para Cristo. Não escolha a música da moda só porque ela é bonitinha. Escolha música que realmente fale de Jesus, do amor de Jesus por nós, do quanto Ele nos quer como parte do Reino Dele, se ficar na dúvida, converse com o seu pastor, peça para analisar a letra, ele é a melhor pessoa para dizer se tal música convém ou não convém ser cantada dentro da Igreja, que é um templo sagrado e consagrado, lembre-se sempre disso!!!

Bom, por hoje é só, apesar de que esse assunto vai longe se deixar….

Mas em breve eu volto com mais…

Fiquem todos na paz!!!

12 dicas de liderança

Essa semana um líder amigo meu pediu para que eu escrevesse  algumas dicas de liderança .Essas dicas não são uma regra geral para ser seguido, pois depende muito da sua realidade local, ok?

Aqui estão algumas dicas !!

 

Liderança

Liderança

  1. Crescer pessoalmente – Você não pode levar as pessoas para onde  você não está indo.
  2.  Capacitar as pessoas – Dar às pessoas a verdadeira responsabilidade e autoridade real.
  3. Continue aprendendo – Quando você parar de aprender  você parar de liderar .
  4. Renove a sua paixão– muitas vezes esquecemos quem nos chamou para realizar essa obrar
  5. Aprenda a descansar – Descansado  você sempre pode fazer o seu melhor.
  6. Valor da palavra “Não” – Você só pode fazer o que você pode fazer. Não tente fazer tudo pois você vai acabar se frustrando
  7. Priorizar a cada dia – Faça com que todos os momentos, sejam únicos na sua liderança.
  8. Seja honesto com você mesmo – Não viva uma vida de mascaras
  9. Ouvir mais do que falar – Você vai aprender mais e fazer os outros se sentir mais valorizados.
  10. Rejeitar apatia – Você vai ser tentado a se contentar com a mediocridade. Não faça isso.
  11. Aplauda os outros – Elogie sempre seu liderados
  12. Conheça seus pontos fracos – Tenha sempre em mente, quais os pontos de sua liderença, que precise de melhoria contínua.

Espero que essas dicas possa te ajudar nessa missão maravilhosa de  ser líder.

Um forte abraço Flavio Hermsdorf

—————

Gostou do blog?! Curta então nossa página no Facebook: Mundo Jovem Teen e fica por dentro dos nossos artigos e novidades !!