O suicídio entre os Adolescentes

Boa tarde, hoje vou escrever um assunto muito importante e que nessa semana tirou meu sono. Uma mãe me ligou e pediu para eu conversar com seu filho de 14 anos, e na conversar ele me falou que já tentou cometer suicídio. Fiquei sem palavras, pois trabalho com adolescente há 7 anos e nunca escutei isso, então fiquei na obrigação de escreve sobre esse assunto!

Umas das primeiras causas de morte entre os adolescentes é o suicídio. Os centros de controle de doenças nos Estados Unidos informam que o suicídio já é a terceira causa de morte entre adolescentes, vindo antes os acidentes e os homicídios, e isto em populações de jovens entre 14 e 24 anos de idade. E o que é ainda mais assombroso é que o suicídio já é a quarta principal causa de morte entre crianças das idades dos 10 aos 14 anos.

Segundo dados do IBGE , a população brasileira é estimada em mais de 193  milhões de habitantes, sendo que 60% da população é composta por indivíduos na faixa etária de 0 a 29 anos.

Veja pais, líderes, pastores, algumas coisas que podem motivar um adolescente a cometer suicídio!

Os adolescentes tendem a experimentar fortes sentimentos de estresse, confusão, dúvidas a respeito de si mesmos, pressão para que sejam bem-sucedidos, isso eu tenho visto em muitos pais que obrigam os filhos a serem não eles mesmo, mas um boneco nas mãos dos pais.

Para alguns adolescentes, o divórcio, a formação de uma nova família com padrastos ou madrastas ou mesmo o fato de mudarem para outra comunidade pode vir a aumentar suas dúvidas interiores. Para alguns adolescentes, o suicídio pode parecer uma solução para seus problemas e estresse.

O suicídio é real em todas as cidades. Alguns dias atrás estava trocando uma ideia com uma grande amiga e membro da nossa igreja que é enfermeira. Ela me disse que praticamente todos os dias chegam adolescentes no hospital com tentativa de suicídio. E estamos falando de uma cidade do interior de Minas Gerais que não passa de 200 mil habitantes.

Pais, líderes e pastores, observem alguns sintomas de suicídio:

–         Mudanças nos hábitos dietéticos e alterações do sono;

–         Afastamento dos amigos, família e das atividades regulares;

–         Comportamento violento, rebelde ou fugas;

–         Uso de álcool e drogas;

–         Não quere ir no culto que antes não faltava um;

–         Mudança marcante na personalidade;

–         Dificuldade de concentração e queda no desempenho escolar;

–         Queixas frequentes sobre diferentes sintomas físicos, como por exemplo, dores de estômago, dores de cabeça, fadiga, etc.;

–         Perda de interesse por atividades prazerosas;

–         Não quere conviver com os adolescente da igreja.

Amados, temos que saber o que passa na vida de cada adolescente, isso é muito sério, não sabemos o que eles sentem. Líderes e pais, sejam amigos dos adolescentes, mostre para eles que vocês os amam e Deus ama muito mais !

E procure um psicólogo, pois isso não é pecado !!!

Um abraço,

Flavio Hermsdorf